Desfazendo Magia Lançada em Você com Cipriano, Justina e Teoctisto

Este é um feitiço curto, mas eficaz, para desfazer um trabalho de magia lançado sobre você do qual você não tem certeza da origem.

Às vezes, nos deparamos com encantamentos, amarras ou maldições profundas. Feitiços lançados por pessoas que já morreram ou estão desenganadas por espíritos desconhecidos são especialmente difíceis de quebrar ou reverter.

Em tais situações, Cipriano e Justina juntos formam um par formidável. São Cipriano é o próprio Santo da Magia e, portanto, é capaz de examinar e identificar a magia em ação.

Santa Justina era, obviamente, capaz de desatar os feitiços de Cipriano em vida e, agora, possui a capacidade de desatar feitiços na morte que podem desafiar até Cipriano.

Neste breve ritual, dedicamos uma oração à São Cipriano para ele capturar, conter e identificar o feitiço.

Depois, entregamos à Santa Justina para ela desfazer. Finalmente, apelamos a São Teoctisto para que forneça qualquer energia ou poder por trás da maldição de volta para usarmos como quisermos.

Se houver ligações para a pessoa que lançou o feitiço ou a matéria que você encontrou conectada ao feitiço, você pode colocá-los no altar em um triângulo de casca de ovo em pó ou cascarilla.

Por exemplo, se você sabe quem lançou o feitiço para você, você pode colocar uma foto dessa pessoa no altar ou um objeto que pertence à ela.

Se ela fez um feitiço para o seu casamento, por exemplo, você pode colocar sua aliança no altar. Ou, se foi para sua vida financeira, você pode colocar moedas e notas de dinheiro.

Coloque uma vela roxa no centro do triângulo e ore à São Cipriano:

“Em nome do grande e poderoso poder de Deus, invoco a sublime influência de São Cipriano, Santa Justina e São Teoctisto.

Respondam à resolução de minha devoção com sucesso em tudo o que faço. Removam todos os feitiços trabalhados contra mim e todos os laços colocados sobre mim.

Façam nivelar o caminho diante de mim e eliminem todos os obstáculos no meu caminho.

Santo Feiticeiro Cipriano, Mártir e Mago, abençoe meus esforços para segui-lo em seu caminho.

Você que se misturou com anjos, demônios e espíritos terrenos, conceda-me o poder de comungar e comandar os espíritos como você fez, e como Salomão e Manassés fizeram antes de você.

Oh, São Cipriano, você que conhece bem todas as obras de magia, segure esse feitiço contra mim (ou nome de quem foi afetado pelo feitiço).

Pregue-o com os Três Pregos que mantinham até Deus no lugar, para que não me machuque nem ninguém nunca mais.

Bem-aventurado São Cipriano, por favor, proteja-me de toda maldição que é feita contra mim.

Você que conhece a identidade secreta dos meus inimigos, confunda-os! Confunda-os na sua vinda e na sua partida, na sua partida e no seu retorno.

Nuble suas mentes e cegue seus olhos. Leve-os ao lugar de nevoeiro e sombra. Faça-os andar confusos e no escuro sempre que tentarem minha vida, minha casa ou minha reputação.

Fique nas mãos de meus inimigos e proteja-os de pecar contra mim por ódio, inveja, ressentimento ou ganância.

Oro para que minhas orações sejam atendidas. Ajude-me a ganhar confiança e prosperidade em Cristo Jesus.

Amém.”

No dia seguinte, coloque uma vela marrom ou azul no triângulo bem em cima dos restos da vela roxa. Ore para Santa Justina:

“Em nome do grande e poderoso poder de Deus, invoco a sublime influência de São Cipriano, Santa Justina e São Teoctisto.

Respondam à resolução de minha devoção com sucesso em tudo o que faço. Removam todos os feitiços trabalhados contra mim e todos os laços colocados sobre mim.

Façam nivelar o caminho diante de mim e eliminem todos os obstáculos no meu caminho.

Santa Justina, Virgem Virtuosa, Abadia Arcana, me deixe imune à maldições, travessuras e conjurações.

Ao domesticar Cipriano e levá-lo a servir ao Senhor, domestique todos os demônios e espíritos, sejam eles contra mim ou se eu mesmo os chamo.

Assim como você, através de sua fé e do sinal da cruz, que expulsou os demônios cipriotas e teceu seus encantamentos, tome esse feitiço que São Cipriano capturou e o desenrole completamente.

Dispense todos os espíritos contra mim (ou o nome de quem foi afetado pelo feitiço) e envie-os de volta ao seu local ou origem.

Envolva-me com sua segurança, envolva-me de felicidade e proteja o caminho sobre o qual trilho.

Interceda por mim com Deus onipotente, ó santa mártir e donzela, e leve minha fervorosa oração de súplica a Deus em Cristo, a quem seja toda a honra e glória.

Amém.”

Deixe a vela também queimar até o fim, acenda no dia seguinte uma vela branca ou dourada e ore a Teoctisto:

“Em nome do grande e poderoso poder de Deus, invoco a sublime influência de São Cipriano, Santa Justina e São Teoctisto.

Respondam à resolução de minha devoção com sucesso em tudo o que faço. Removam todos os feitiços trabalhados contra mim e todos os laços colocados sobre mim.

Façam nivelar o caminho diante de mim e eliminem todos os obstáculos no meu caminho.

Santo Teoctisto, Soldado Santo, primeiro convertido do santo par, empreste-me sua força e determinação.

À medida que a graça e o poder de Cipriano e Justina foram estendidos à você, estenda-os para mim para que funcionem através de mim e que eu possa agir de acordo com eles.

Em particular, envie-me de volta o que resta do poder que foi colocado contra mim.

Capturado por São Cipriano, desenrolado por Santa Justina, não pode me fazer mal.

Dedique esse poder em direção ao objetivo de … (indique o objetivo para o qual você re-edita este feitiço).

Ó Santos Mártires da Nicomédia, eu lhes dou meu coração e coloco toda preocupação e cuidado em suas santas mãos.

Livrem-me de todo o mal. Firam aqueles que me machucariam. Desenhem um círculo de proteção ao meu redor e daqueles a quem eu amo.

À noite, sejam minha lanterna e meu consolo. À luz do dia, sejam meus guias e meus protetores.

Pela intercessão dos mártires da Nicomédia, em Cristo Jesus ouçam minhas orações e feitiços.

Banhem minhas palavras no sangue de Cristo e leve-as a bom termo.

São Cipriano, ore pro nós.
Santa Justina, rogue e ore por nós.
Santo Teoctisco, rogue e ore por nós.

Amém.

Deixe a vela queimar, pegue toda a cera, qualquer material de magia e o pano do altar em que você executou a magia e coloque-os em um saco.

Se você dedicou o poder à algo para você, enterre-o em sua propriedade ou mantenha-o como um amuleto em sua casa.

Se você o dedicou à algo que deseja se livrar, jogue-o no rio e vá embora, ou envie-o para algum lugar sem endereço de retorno.

Deixe um comentário