As Ferraduras Segundo São Cipriano

O livro de São Cipriano, o Legítimo Capa Preta contém um capítulo dedicado às ferraduras, passando alguns alertas e informações sobre elas.

Veja abaixo o texto extraído do livro São Cipriano, o Legítimo Capa Preta sobre as ferraduras:

Muitas pessoas têm o hábito de trazer por trás das portas da sua casa uma pequena ferradura dependurada.

Dizem que dão sorte e a maioria dependura “uma ferradura qualquer” sem observar atentamente o tipo de ferradura que é, e julgam que qualquer uma faz o mesmo efeito, sem saber que tem que ser uma pequena ferradura de asno, caso contrário, ela apenas servirá como adorno e não ajudará o seu proprietário em nada.

Mas, para que o leitor se ilustre e fique sabendo o verdadeiro significado da ferradura, relataremos uma pequena história…

Quando o bárbaro rei Herodes mandou degolar todos os meninos de até 2 anos que se encontrassem em Belém e nos seus arredores, pois estava convencido que entre eles se encontrava o menino Jesus, eis que o anjo do Senhor apareceu em sonho a José e lhe disse:

“Levanta-te, toma o menino e sua mãe e foge para o Egito, e fica ali até que eu te avise, porque Herodes anda em busca do menino para mandar matar”.

José obedeceu à ordem do anjo, com prontidão, partindo mesmo de noite, com o menino e sua mãe para o Egito.

Mas, como a Virgem estava na impossibilidade de empreender ama tão longa e escabrosa viagem, José, seu esposo, foi procurar uma mula e Maria e o Menino montaram nela, encetando assim a jornada.

Em certo lugar, porém, a mula, espantando-se derrubou-os. José, aflitíssimo, procurou um jumento e ordenou que Maria Santíssima e o Menino Jesus montassem no mesmo.

Chegaram até o Egito e José abençoou aquele pequeno animal. Eis porque quando encontrarem uma ferradura pequena, deve pegá-la e guardá-la, pois elas são abençoadas.

Por isso que a ferradura passou a ser uma espécie de talismã da sorte, mas como puderam ver, não é uma ferradura qualquer, deve ser uma pequena ferradura que tenha pertencido a um jumento.

Para completar, darei um pequeno glossário sobre as superstições que giram em torno da ferradura:

  1. Achar uma ferradura pequena é sinal de sorte para o resto da vida.
  2. Encontrar uma ferradura na rua, e que esteja virada para você, deverá, primeiramente, virá-la do lado oposto e depois erguê-la.
  3. Uma ferradura é também remédio para enxaquecas e cólicas; para isso, deve colocá-la em brasa, no leite que for bebido, quando sofrer de algum desses dois males.
  4. Se encontrar uma ferradura pequena deve erguê-la, pois é sinal de sorte para quem a acha:
    1. se tiver cinco furos pregue-a atrás da porta da rua;
    2. se tiver seis furos, pregue-a atrás da porta da cozinha;
    3. se tiver sete furos, pregue-a atrás da porta do quarto;
    4. se tiver mais de sete furos, pregue-a atrás da porta do seu estabelecimento;
  5. Uma ferradura presa atrás da janela evita a entrada de ladrões.
  6. Se a ferradura encontrada foi de um cavalo, não apanhe, trará desgraça e infelicidade, porque derrubou Nossa Senhora e o menino Jesus.

6 comentários em “As Ferraduras Segundo São Cipriano”

    • Funciona como um talismã a sua ferradura de chaveiro. Você pode conjurá-la para que ela tenha uma função energética específica para você. Por exemplo, lhe dar sorte onde você for com ela.

      Uma forma de fazer isso é criando um círculo mágico e, dentro deste círculo, coloque os 4 elementos. No centro, coloque a ferradura de chaveiro e faça um conjuro.

      Você pode fazer uma oração, se quiser, no lugar do conjuro. Mas essa é apenas uma das formas de imantá-lo com a energia da sua preferência. Você pode pesquisar outras formas, caso deseje.

      Responder

Deixe um comentário